Salta navegação

“Sou do Benfica e isso me envaidece” por Ricardo Araújo

Texto do apoiante Ricardo Araújo, a quem agradecemos as palavras sentidas. É este o Benfica que queremos.

Como diz o nosso hino “Sou do Benfica e isso me envaidece”.

Quem me conhece sabe o quanto gosto do Benfica, apesar de nas redes sociais restringir isso apenas a alguns grupos do Benfica e não no meu perfil.
Sou sócio (nº11032) desde que nasci e já lá vão quase 38 anos. A isso agradeço a meu Pai que teve o bom senso de não me dar grandes hipóteses. Ainda nos rimos quando eu com 4 ou 5 anos queria “sacar-lhe” alguma coisa e para isso usava o truque de dizer “ai não? Então sou do Poto e do Spoting”.
Desde muito pequeno que tenho uma relação muito próxima com o Benfica. Mais ou menos com 5 anos ou antes até (do que me lembro) comecei a ir ao Estádio com o meu Pai, nos camarotes do antigo Estádio do qual tenho tantas saudades. Acompanhava também o meu pai ao Estádio para as aulas de ginástica da mais antiga classe de ginástica do clube “Os Madrugadores”, da qual ele faz parte, (sim eles começavam às 7 da manhã…) e à qual se seguia a razão pela qual eu ia: a futebolada no final. Algumas vezes no pavilhão junto aos campos de treino, outras vezes no campo por baixo das bancadas, em frente ao camarote presidencial (se a memória não me falha), outras vezes mesmo na sala onde faziam a sessão de ginástica. E para fechar o pequeno almoço no “Ponto Vermelho”.
Tive a sorte de estudar também junto ao Estádio, do 5º ao 9º ano, e por vezes lá nos escapulíamos, eu e mais alguns colegas, para ver os treinos do Benfica, e ver os craques de perto, aproveitando o facto que eles tinham de caminhar desde a entrada principal do Estádio até ao campo de treinos.
Lembro-me também de em adolescente ter uma entorse no pé, e o meu Pai, que conhecia o antigo e muito conhecido massagista do Benfica, Asterónimo Araújo, levou-me a ele. Fomos para a sala onde os jogadores eram tratados, e lembro-me que pouco ou nada quis saber do que ele me fazia ao pé, porque estava mais interessado a olhar para as fichas médicas do plantel que por ali estavam. Um tesouro!
Houve ali uma altura que por motivos profissionais, não consegui acompanhar o Benfica como queria, mas isso voltou à normalidade alguns anos depois. A Cristina Cottinelli que o diga, que hoje em dia é quem mais “sofre” com esta minha “loucura”.
Com a idade comecei também a olhar para o Benfica de forma mais “ativa” e a tentar ter uma participação mais ativa no clube.
Enquanto adepto passei por vários presidentes, claro que enquanto jovem pouco ou nada ligava ao que eles faziam, eu queria era saber do Isaias, do João Pinto, do Paneira, do Mozer, etc. mas como disse, com o passar dos anos comecei a estar mais atento e observador.
É por isso que escrevo isto, porque acho que o Benfica está num importante ponto de decisão, nas eleições que se realizam daqui a 10 dias.
Nas próximas eleições irei votar no candidato João Noronha Lopes 2020, e sem qualquer hesitação. Agradeço a Luis Filipe Vieira a recuperação que fez do clube, o tetra, tudo isso, mas para mim o Benfica não é só isso, é também os valores que transmite, e a educação que recebi juntamente com o Benfica que conheci em larga parte da minha vida, levam-me desde 2009 a querer outro Benfica.
Quero um Benfica e um Presidente que faça capas de jornais devido ao sucesso e não devido a casos de justiça (mesmo tendo em conta o principio de presunção de inocência)
Quero um Benfica e um Presidente que olhe para os sócios e adeptos como o que eles são, donos do clube, e não como clientes
Quero um Benfica e um Presidente que não aperte o pescoço a sócios do clube, porque não consegue lidar bem com criticas, , mas sim que aproveite essas criticas para se tornar melhor
Quero um Benfica e um Presidente que não chama garotões, abutres, oportunistas, etc a quem critica a sua gestão
Quero um Benfica e um Presidente que não ache que ele é o Benfica e que ao criticar as suas ações, estamos a criticar o Benfica
Quero um Benfica e um Presidente que não associe a personagens como António Oliveira, Joaquim Oliveira, Pinto da Costa, Pimenta Machado, Valentim Loureiro, etc. e que representam tudo aquilo que não gosto no futebol
Quero um Benfica e um Presidente que esteja focado 100% no clube e não divida o seu tempo entre Benfica, empresas e defesa de casos de justiça
Quero um Benfica e um Presidente que lidere como exemplo e que lute por mudar o futebol em Portugal, e o mesmo é impossível com dirigentes que fazem parte da “geração” que falei anteriormente
Quero um Benfica e um Presidente virado para o futuro e que não esteja sempre a falar constantemente do passado, especialmente de um passado bem longínquo
Quero um Benfica e um Presidente que lute não por afastar os sócios da vida ativa do clube, mas sim pelo contrário
Quero um Benfica e um Presidente que não minimiza as eleições e que acha que é ele quem deve escolher quem está preparado para lhe suceder
Quero um Benfica e um Presidente que não se esconda de debates e de discussões com sócios, mas sim que os incentive
Quero um Benfica e um Presidente que não esteja agarrado ao telemóvel enquanto o Benfica joga
Quero um Benfica e um Presidente que alterará os estatutos do clube para voltarem àquilo que eram e que não sejam um catalisador de perpetuação no poder
Quero um Benfica e um Presidente que possa trazer de volta a paixão e o “Inferno da Luz” e não um Benfica de luzinhas, fogos de artificio e cânticos nas colunas do estádio
Quero um Benfica e um Presidente que olhe para as casas, mas não só na altura das eleições, e as ajude, porque muitas precisam de ajuda urgente
Quero um Benfica que se modernize na interação com os sócios e adeptos
Quero um Benfica e um Presidente que lute realmente por aproveitar as pérolas do Seixal e não os venda ao final de meia época a bom nível, com direito a fotografias ao lado do clube comprador, sorridente, como se de um titulo se tratasse
Quero um Benfica e um Presidente que não se esconde quando a época não corre bem, mas que quando corre bem é dos primeiros a colocar-se debaixo dos holofotes
Quero um Benfica e um Presidente que não dê guarida a personagens como Pedro Guerra, Paulo Gonçalves, José Manuel Antunes, etc.
Quero um Benfica e um Presidente que “abra” a BTV a todos os quadrantes do Benfica, sejam eles apoiantes ou críticos da atual gestão e que faça a cobertura dos eventos importantes do clube, como as eleições
Quero um Benfica e um Presidente que acompanha as equipas de futebol mas também os jogos das modalidades
Quero um Benfica e um Presidente que apresentam um projeto, com o plano do que vão ser os próximos 4 anos a todos os níveis do clube, e não apenas umas frases do género “agora é que é a aposta na vertente desportiva” como se isso fosse um projeto
É por tudo isto que no dia 30 vou votar no João Noronha Lopes. Porque acredito que vai trazer um Benfica diferente, para melhor. Mais aberto, mais transparente, mais inclusivo, mais moderno, mais realista. Um Benfica à Benfica!
Se Luis Filipe Vieira ganhar, será o Presidente do meu clube, e terá o meu respeito, mas não lhe dará carta branca para não ser criticado, porque as críticas fazem parte de qualquer liderança. Cabe ao líder gerir as críticas, tirar conclusões das mesmas e melhorar com base nelas. Criticar o Presidente não é criticar o Benfica.
O Benfica é maior que qualquer um de nós. Quem está no Benfica está lá para o servir, e deve ser um orgulho servir o Benfica, não um “fardo”. Eu próprio tenho o sonho de um dia o poder fazer.
O Benfica existe desde 1904, e continuará a existir muito para além de Vieira, de Noronha, de mim próprio. Resta a cada um decidir para onde quer que o Benfica vá, e que Benfica quererá deixar às próximas gerações.
Viva o Benfica!

Continuar a ler

Lê mais