Salta navegação

Comboio Benfica vai voltar a circular

João Noronha Lopes voltou hoje a dedicar especial atenção à relação do Benfica com os sócios, revelando ideias para reforçar a comunhão e a identidade da grande família encarnada, em especial os que vivem mais longe do estádio da Luz, através de um critério diferente na gestão dos recursos.

 

Num jantar com os benfiquistas de Felgueiras, que encerrou uma semana de contactos a norte do país, Noronha Lopes adiantou o projeto de recuperar o comboio do Benfica, que possibilitará o transporte nos dias de jogo em casa, mas sem depender da disponibilidade da CP.
Noronha Lopes serviu-se da despesa de três milhões de euros no venezuelano Jhonder Cadiz à margem do interesse desportivo do Benfica, um jogador comprado e emprestado sem nunca vestir a camisola, para exemplificar como o mesmo dinheiro poderia ser investido em benefício concreto dos sócios e do clube, quer em zonas de convívio e lazer nas imediações do estádio quer na revitalização do comboio, entre outras medidas que o candidato vem propondo para devolver os sócios ao centro da vida do clube.


“Por menos de um Cádiz, negócio que até hoje nenhum Benfiquista entende, vamos trazer de volta o comboio do Benfica. Vamos fazer dele um autêntico museu vivo e vamos pô-lo a correr este país e a voltar a trazer adeptos ao estádio!”, anunciou João Noronha Lopes aos benfiquistas nortenhos, reunidos em Felgueiras.

 


“Este projecto será uma materialização da ambição, do profissionalismo e do Benfiquismo que queremos trazer para o clube. Mais do que um simples comboio, será um verdadeiro ícone benfiquista, um comboio que em dias de jogo gere animação e traga adeptos ao estádio, mas que nos restantes dias possa visitar diferentes pontos ao longo do país e receber visitas guiadas em parceria com Casas do Benfica e escolas locais”, explicou o candidato. O comboio do Benfica funcionou entre 2013-14 a 2017-18, então em parceria com a CP.

Continuar a ler

Lê mais