Salta navegação

Luís Filipe Borges: "Naqueles 90 minutos nada mais importa."

"É por tudo isso, mais o seu programa, mais o espírito que a campanha tem demonstrado, mais o benfiquismo que nela grassa, mais um candidato a PMAG que devolverá aos sócios a identidade gloriosa que os últimos anos transformaram em mera figuração, que o meu apoio é para a Lista B, encabeçada por João Noronha Lopes. Humilde, mas total apoio."

 

Naqueles 90 minutos nada mais importa.

O treinador não é o meu (por ter dito e feito o que disse e fez)? Não interessa. É ele o comandante agora.

O capitão não podia ser este, que enverga a braçadeira ao fim de tantos minutos com o manto sagrado vestido como os que eu próprio quase tenho? Paciência, p’ra cima deles e força rapaz.

Gastaram-se 100 milhões e mesmo assim não há um 6 de raiz, um 8 claro, e laterais que saibam defender? Que se lixe, enquanto dura cada jogo são os melhores do mundo.

O problema, acentuado com requintes de malvadez nestes últimos 4 anos de mandato presidencial, é sobretudo tudo o que acontece à parte desses 90 minutos. Os Guerras, os Bernardos, os Capristanos, os cartilheiros em geral não me deixam respirar Sport Lisboa e Benfica 24 horas por dia.

Os estatutos espezinhados não podem ser sinónimo de 116 anos de História.

Um Presidente da Mesa da Assembleia Geral incompetente e servil não tem defesa possível.

Uma tentativa de OPA ilegal, prestações europeias miseráveis, campeonatos perdidos por manifesta inépcia, o nome do clube arrastado na lama em manchetes avulsas, a BTV que ignora as eleições duma agremiação que elege democraticamente quem a dirige desde as décadas negras do Estado Novo, não me deixam respirar Sport Lisboa e Benfica 24 horas por dia.

E, sobretudo, um presidente esgotado - que trata os benfiquistas como crianças e a democracia como um incómodo - que é capaz de dizer que está de chuva quando tudo à volta arde; que tem o desplante de afirmar que “o Benfica o prejudica”, que o “refundou”, que precisa de “preparar a sua sucessão”, asfixia, sufoca, envergonha, não me deixa respirar SLB 24 horas por dia.

É por tudo isso, mais o seu programa, mais o espírito que a campanha tem demonstrado, mais o benfiquismo que nela grassa, mais um candidato a PMAG que devolverá aos sócios a identidade gloriosa que os últimos anos transformaram em mera figuração, que o meu apoio é para a Lista B, encabeçada por João Noronha Lopes. Humilde, mas total apoio. Para recuperar o que me habituei a sentir desde que o meu pai me falou pela primeira vez do Sport Lisboa e Benfica (1984, e o seu primogénito na 1ª classe).

Quero mais do que os 90 minutos de frenesi total. Quero o bom sofrimento constante, 24 sobre 24, por aquilo que vale a pena. Títulos, sempre. Valores, antes.

Continuar a ler

Lê mais